Ir para conteúdo
FCC

10h17

Curitiba canta parabéns pelos 80 anos do sambista Martinho da Vila

Mestre do samba brasileiro e uma das principais atrações da Oficina de Música de Curitiba, Martinho da Vila celebrou 80 anos na noite desta quarta-feira (8/2) ao lado da Orquestra à Base de Corda e do grupo carioca Pandeiro Repique Duo. Com o Teatro Guaíra lotado, um sonoro Parabéns pra Você foi entoado por cerca de duas mil pessoas da plateia, animadas por João Egashira, regente da Orquestra e curador da Oficina.

O sambista que completará 80 anos na próxima segunda-feira (12/2) agradeceu emocionado e falou da alegria de estar em Curitiba na 35ª Oficina de Música. “Graças a Deus estou aqui. Sempre ouço falar dessa Orquestra, me convidem mais uma vez.” Ele também agradeceu a presença do Cortejo Real de Curitiba e desejou a todos um feliz Carnaval.

O show apresentou músicas conhecidas como Disritmia, Canta, Canta Minha Gente, Casa de Bamba, Pequeno Burguês, Mulheres, pontos de Umbanda e Candomblé e interpretou Feitiço da Vila, de Noel Rosa.

Para encerrar a apresentação, ao som de Madalena do Jucu, o Cortejo Real de Curitiba 2018 acompanhou os músicos, unindo Oficina de Música, Carnaval e MPB. “Foi uma oportunidade única ao lado de Martinho, perto do aniversário, perto do Carnaval e coroando o encerramento da Oficina de Música, que foi muito bem-sucedida. Lavou a alma!”, disse Egashira.

A emoção tomou conta da plateia. A professora Evelin da Silva comentou sobre a felicidade de ter assistido ao show. “Estou muito emocionada, chorei, foi maravilhoso. Tem que continuar esse incentivo à cultura, a música”, disse Evelin.

Lídio Leonardi, aposentado, acrescentou que a Oficina de Música oferece oportunidades para todos participarem da programação. “É um estímulo à cultura e nos permite ter acesso a outros países, outras culturas, pela diversidade de participantes”, avaliou.

A enfermeira leda Maria Albuquerque completou o elogio à Oficina. “Uma oportunidade maravilhosa. A maneira como foi organizada, a mistura dos estilos musicais foi uma coisa esplendida. Oportunizou levar a música erudita para todas as pessoas. A mistura foi o grande lance da Oficina”, concluiu.

Último dia de Oficina de Música

Nesta quinta-feira (8/2) acontecem as últimas apresentações da 35ª Oficina de Música de Curitiba. No Teatro do Paiol, a partir das 14h, tem Maratona Musical, com o encerramento das classes dos cursos de MPB. No Guairão, às 21h, acontece o Concerto de Encerramento da categoria erudita, com um coro formado por 300 vozes, a Orquestra de alunos da Oficina e participação do menino prodígio Estefan Iatcekiw, de 13 anos, no piano.

Autor: Assessoria de Imprensa
Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Fale com a comunicação

Veja Também

Outras Notícias

Oficina de Música chega ao fim com público de 50 mil pessoas em 250 eventos

Continue lendo

Coro de 80 crianças do MusicaR participa do encerramento da Oficina

Continue lendo

Famílias se encantam com ópera ao verem filhos no palco

Continue lendo

Homenagem a Waltel Branco e mais 14 shows em bares da cidade

Continue lendo

Despedida da Oficina de Música tem de rock no parque até ópera em teatro

Continue lendo