Ir para conteúdo
FCC

14h46

Flautista viaja 15 mil quilômetros para participar da Oficina de Música

A Oficina de Música reúne em Curitiba pessoas de diversos lugares do Brasil e do mundo. Desde quem não precisou se deslocar muito e também quem viajou grandes distâncias para chegar até a capital em busca de todo conteúdo pedagógico e cultural oferecido nestes 12 dias de evento. A Oficina segue até domingo (27/1) e toda programação pode ser consultada pelo site oficinademusica.org.br.

Annalisa Powell é flautista e cruzou continentes, quase 15 mil quilômetros desde Perth, cidade na Austrália, para estudar flauta brasileira e forró aqui em Curitiba. A distância é equivalente a três mil voltas completas na pista de corrida do Parque Barigui.

Com um português fluente, ela conta que morou por alguns anos no Brasil, e que essa é sua segunda participação na Oficina de Música de Curitiba. "Essa é uma oportunidade única de trocas e amizades", afirmou. Annalisa compartilha os sentimentos de centenas de músicos que fazem parte dessa grande confraternização que é a Oficina de Música.

LEIA MAIS:

 

Para estudar as categorias Violão Sete Cordas e Prática Conjunta de Choro, César Ferreira, veio de Ouro Preto (MG). Ele viajou cerca de mil quilômetros e conta que tirou férias apenas para poder participar pela segunda vez da Oficina de Música. "É um ambiente muito espontâneo, onde todos participam de uma troca fantástica. É de um valor imensurável" disse.

Cruzando fronteiras