Ir para conteúdo
FCC

14h32

Pianista prodígio de Curitiba vai participar da Oficina de Música

O prefeito Rafael Greca recebeu em seu gabinete, nesta segunda-feira (04/12), o jovem pianista curitibano Estefan Iatcekiw, de apenas 13 anos. Estefan venceu recentemente o Concurso Nacional de Interpretação Musical, Prelúdio, promovido pela TV Cultura Nacional.

Como prêmio por sua conquista o músico curitibano recebeu uma bolsa de estudos da Academia de Música Franz Liszt em Budapest na Hungria, um dos maiores conservatórios de música do mundo.

Para homenagear o jovem artista, o prefeito Rafael Greca já convidou Estefan para participar da oficina de Música de Curitiba em 2018. A pedido do prefeito, Estefan deve apresentar “a Sertaneja”, obra para piano solo do compositor paranaense Brasílio Itiberê.

“É uma honra receber aqui no palácio 29 de Março este piá curitibano. Estefan é prodígio em um instrumento muito difícil de ser tocado e merece todo este reconhecimento”, disse Greca.

“Até sua ida para Budapeste, que acontece em setembro de 2018, Estefan vai se apresentar várias vezes aqui em Curitiba, com a obra de Brasílio Itiberê cantando a sua terra, já que para ser universal tem que ser capaz de entender sua aldeia”, completou o prefeito.  

O programa Prelúdio da Tv Cultura Nacional, onde Estefan foi eleito o melhor do Brasil, vai ao ar neste domingo dia 10 de dezembro.

Currículo

O menino pianista apesar da pouca idade já tem um vasto currículo recheado de apresentações e prêmios internacionais. Estefan começou a estudar piano aos 5 anos de idade e aos 9 realizou seu primeiro recital solo, na capital paranaense.

Nesse mesmo ano iniciou seus estudos com a professora Olga Kiun e teve aulas de teoria e harmonia musical com o Maestro Osvaldo Colarusso. Participou da 32ª, 33ª e 34ª edições da Oficina de Música de Curitiba.

Em 2014 o garoto curitibano ganhou o 1º lugar no X Concurso de Piano "Profª Edna Bassetti Habith". Neste mesmo ano participou do festival Olga Kiun, na Capela Santa Maria em Curitiba, e foi apontado como uma das grandes revelações do cenário musical do Brasil.

O pianista atuou como solista da orquestra de cordas da 33ª Oficina de Música de Curitiba em 2015, apresentando Concerto em Ré maior de J. Haydn, sob a regência do maestro Reginaldo Nascimento.

Ainda em 2015, ganhou o 1º lugar no concurso nacional de piano Souza Lima e foi classificado como grande revelação musical do ano e obteve o prêmio de Hours Concours de 2015. Também foi premiado com o 1º lugar no concurso nacional Mackenzie e no concurso internacional Rachmaninoff (Alemanha) além do prêmio como melhor interpretação de peças do compositor russo Rachmaninoff.

Em 2016 apresentou-se como solista da Orquestra da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência do maestro Osvaldo Colarusso.

Neste ano apresentou o concerto nº 2 de Shostakovich como solista na Orquestra Sinfônica de Goiânia sob a regência do maestro Eliel Ferreira, obteve o primeiro lugar no XI concurso Edna Bassetti Habith e o prêmio de melhor música brasileira. Também conquistou o primeiro lugar no concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Goiânia. O pianista se apresenta frequentemente em vários recitais de piano solo e orquestra pelo Brasil.

Autor: Assessoria de Imprensa
Fonte: Prefeitura de Curitiba

Fale com a comunicação

Veja Também

Outras Notícias

Teatro do Paiol passa por obras de acessibilidade e nova iluminação

Continue lendo

Pianista prodígio de Curitiba vai participar da Oficina de Música

Continue lendo

Restam poucas vagas dentro da categoria de Música e Tecnologia

Continue lendo

Cursos de destaque na categoria de Música Antiga

Continue lendo